Sobremesas

Há fruta ó chocolate. E há frescas e fresquinhas.

LEVEZINHA DE MORANGO

O poder do “sifão”

Uma mousse cheia de sabor que sai leve à frente de todos. Não é milagre, é técnica.

A levezinha de morango é feita com morangos: a técnica não substitui a natureza.

LEVEZINHA DE BABA DE CAMELO

Servida com flor de sal

Entre uma mousse e uma espuma.

É o que os chefs chamam de cozinha “tecno emocional”. Aqui parte da emoção são os sabores da infância. A levezinha de baba de camelo não podia faltar.

LEVEZINHA DE OVOMALTINE

Cai sempre bem

Sai leve à frente dos clientes como que por milagre, buscando o espanto de quem assiste.

A levezinha de Ovomaltine é feita com Ovomaltine: não tem medo de ser infantil.

TARTE DE AMÊNDOA CARAMELA

A meio caminho entre uma tarte de amêndoa e um caramelo

Uma tarte de caramelo e amêndoa inventada por nós com base de aveia.

Os portugueses são bons de tartes de amêndoa. As melhores têm uma caramelização que as tornam viciantes.

O que fizemos foi inverter os fatores: primeiro vem o caramelo e depois a amêndoa. E depois não se consegue parar de comer.

UVAS (SEM GRAÍNHA) GELADAS

As uvas que viraram gelado

Uvas brancas sem grainha geladas.

No fundo, um gelado com a consistência de um sorvete, mas que é 100% fruta (portuguesa).